Estudantes de Xique-xique e Feira de Santana atendem comunidade em feiras da educação profissional

feira-ep1

Os estudantes dos cursos técnicos dos centros estaduais de Educação Profissional (Ceep) em Saúde do Centro Baiano, localizado em Feira de Santana e em Recursos Naturais do Centro Baiano, no município de Xique-xique, prestaram atendimento à comunidade, na feira de educação profissional que aconteceu, simultaneamente, nas duas cidades. A ação, que visa o compartilhamento do conhecimento adquirido pelos alunos com a comunidade, aconteceu nesta quinta e sexta-feira (5 e 6).
Na III Feira de Saúde do Ceep Feira de Santana, os estudantes dos cursos técnicos em Análises Clínicas, Enfermagem e Saúde Bucal vivenciaram as práticas de suas futuras profissões. Os visitantes tiveram a oportunidade de aferir a pressão arterial, de calcular o Índice de Massa Corpórea (IMC) e de fazer teste de glicemia e Tipagem Sanguínea. No espaço, também era possível receber orientações alimentares, de prevenção a doenças periodontais e sexualmente transmissíveis, como AIDS, além de informações sobre Dengue, Zika e Chikungunya.
“Prestamos serviços às pessoas e também aprendemos muito, pois, colocamos em prática tudo o que já foi estudado em sala de aula e nos estágios”, revelou a futura profissional de saúde, a estudante do curso técnico em Análises Clínicas, Jociele da Silva Miranda, 20 anos. Conhecimento que ajudou o visitante da feira, Durval Yoshidumi, 28, a descobrir seu tipo sanguíneo. “Gostei muito do atendimento dos estudantes porque eles passaram informações que são essenciais para todo mundo”, disse.
Já na IV Feira de Saberes e Sabores, promovida pelo Ceep de Xique-Xique, a 586 km de Salvador, o foco dos estudantes foram os agricultores familiares e estudantes de escolas públicas da zona rural. De acordo com a diretora Maria Gorete, a intenção da feira foi conscientizar os pequenos agricultores familiares da região sobre questões como segurança alimentar e sustentabilidade. “Eles receberam informação de como produzir alimentos de modo sustentável e economicamente viável”, disse a gestora.
A estudante Biânnica Alves Pereira, 20 anos, do curso técnico em Agropecuária, mostrou, no estande da sua turma, formas de transformar o lixo em brinquedos e enfeites de natal usando materiais recicláveis como garrafas pet e embalagens de produtos. “Além das dicas, enfatizamos sobre a importância da preservação do meio ambiente através da adoção de pequenas práticas como não jogar lixo nas ruas e reaproveitar materiais que podem ser úteis”, afirmou.
Segundo Rogério Martins Carvalho, professor de Pesquisa Científica do Ceep, a iniciativa busca promover e estender o conhecimento técnico e científico produzidos pelos alunos para a sociedade. “A intenção é fortalecer as discussões sobre a agricultura familiar como uma atividade que irá favorecer a segurança alimentar e garantir a sustentabilidade”, destacou o educador. Com informações da Ascom – Assessoria de Comunicação, Secretaria de Educação do Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*