Arquivos de Tag: Secretaria da Educação

Alunos de escolas municipais recebem prêmio de concurso de redação sobre corrupção

Em comemoração ao Dia Internacional de Combate à Corrupção (09), os alunos da rede municipal de ensino vencedores da 2ª edição do concurso de redação “O que você tem a ver com a corrupção?” foram premiados nesta quarta-feira (10). O concurso – realizado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), em parceria com a Secretaria Municipal da Educação (SMED) – envolveu alunos do 8º e 9º ano, que fizeram um artigo de opinião com o tema “O que você tem a ver com a corrupção”. Participaram do evento o procurador-geral do MP-BA, Márcio José Cordeiro Fahel, o chefe de gabinete da SMED, Eliezer Cruz, o promotor Sávio Damasceno, além de outras autoridades. A abertura foi feita pelo coral do MP-BA. O objetivo da ação é conscientizar as crianças e adolescentes sobre o valor da honestidade e da transparência das atitudes do cidadão comum, destacando atos rotineiros que contribuem para a formação do caráter. Os alunos vencedores foram premiados com um tablet e os professores orientadores com uma câmera fotográfica digital. As redações premiadas foram publicadas nesta quarta-feira (10) em um jornal de grande circulação. A campanha – Lançada em 2012 com o objetivo de conscientizar a sociedade, principalmente as crianças e adolescentes, a partir de um diferencial, que é o incentivo à honestidade e à transparência das atitudes do cidadão comum, destacando atos rotineiros que contribuem para a formação do caráter, com vistas à criação de uma cultura de valores e princípios éticos que contribuam para a construção de um país mais justo e melhor. Confira os vencedores: 1º lugar: Aluna: Laurene Sued Batista dos Santos – 9º ano Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes Professora: Eliane Souza da Silva Neves 2º lugar: Aluna: Suelen Nascimento Silva – 8º ano Escola Professora Alexandrina dos Santos Pita Professora: Deise Souza Alves 3º lugar: Aluna: Anna Carolina Reis Leão – 9º ano Escola Municipal Amélia Rodrigues Professora: Joseli dos Reis Querino Leia Mais »

EDUCAÇÃO EM NOSSAS MÃOS: Educadores serão recebidos por Ministro da Educação

O Ministro da Educação, Henrique Paim, receberá os educadores do movimento Educação em Nossas Mãos no dia 27 de novembro, próxima quinta-feira, às 10h, para a entrega oficial do Livro Vozes de Educadores Brasileiros. O livro é resultado da escrita propositiva e autoral de centenas de educadores de 15 estados brasileiros que se reuniram para escrever ideias de mudança para a educação pública brasileira. O Movimento Educação em Nossas Mãos, através da publicação e disponibilização do livro, objetiva inspirar os governantes eleitos (presidente da república e governador do Estado da Bahia) com as propostas e ideias de quem vivencia o dia-a-dia da escola pública, sendo pais, comunidade e, especialmente e em sua maioria – professores, para ajudar a promover a melhora efetiva da educação pública no país. O movimento Educação em Nossas Mãos teve início na Bahia, do desejo de educadores da Chapada Diamantina e Semiárido em participar da construção da educação brasileira, trazendo sua experiência para os centros de decisão do país. As ideias de mudança começaram a ser coletadas em uma atividade realizada pelo movimento em Brasília em maio deste ano: a Conferência Popular Nacional de Educação. Realizada em 17 de maio, uma enorme tenda foi montada no gramado em frente ao Congresso Nacional, onde os educadores iniciaram a exposição e registro das suas ideias, tendo excelente resultado pela qualidade das propostas apresentadas. Na ocasião, um documento foi registrado e entregue aos parlamentares, especialmente os ligados à Educação. Leia Mais »

Secretários municipais discutem educação integral na Bahia

Cerca de 70 secretários municipais participam, na próxima terça-feira (25), de um encontro para discutir as políticas de educação integral na Bahia. Um dos principais temas do evento, que será realizado no Município de São Felipe, no Recôncavo Baiano (a 180 km de Salvador), das 9h às 17h, será a meta seis do Plano Nacional da Educação (PNE), que trata da educação integral. Durante a reunião, que acontece na Escola Municipal Presidente Médici, será discutida também a Lei 13.005/ 2014. Sancionada pela presidente Dilma Rousseff em junho passado, a nova legislação prevê que, nos próximos dez anos, 50% das escolas do território nacional e 25% dos alunos tenham educação em tempo integral. Na ocasião, estarão presentes os secretários de municípios como São Francisco do Conde, Conceição do Coité e Dias D’Ávila. O evento, promovido pelo Comitê Baiano de Educação Integral, também deve contar com a participação da deputada federal Alice Portugal, que faz parte da comissão de educação da Câmara Federal. “Vamos trocar as experiências que já foram desenvolvidas nos municípios”, afirma o Secretário da Educação de São Felipe, Pedro Araújo Júnior. Segundo ele, alguns dos desafios das cidades, nos próximos anos, serão o desenvolvimento e a expansão de estratégias para alcançar a meta proposta pela nova legislação. Este é o quatro encontro do comitê realizado em 2014. Castro Alves, Vitória da Conquista e Conceição do Coité sediaram as três reuniões anteriores. A iniciativa considerada como o embrião da educação integral no Brasil é o programa Mais Educação (do Governo Federal) que tem o objetivo de ampliar a jornada escolar por meio de atividades esportivas, artísticas, culturais e de promoção da saúde, entre outras, que são realizadas no turno oposto às aulas. “O Mais Educação é uma estratégia para se chegar à educação integral. As oficinas do programa fazem com que o estudante permaneça mais tempo na escola e não fique na rua. E o melhor, ele vai ficar na escola desenvolvendo atividades que gosta, criando um vínculo maior com a comunidade escolar”, avalia Pedro Júnior. Outro desafio é quebrar a ideia de turno e contraturno. A proposta, ressalta o secretário, é que os alunos participem das aulas e das atividades artísticas ou esportivas, por exemplo, em ambos os turnos. “A ideia de turno e contraturno ... Leia Mais »